SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Em 2022, os trabalhadores e trabalhadoras de Limpeza Industrial continuam a aplicar o Contrato Colectivo de Trabalho – mas,

O CUSTO DE VIDA AUMENTA

E O POVO NÃO AGUENTA!

A LUTA CONTINUA – VENCEREMOS!

- O nosso contrato colectivo de trabalho entrou em vigor em 1.Janeiro;

- Na revisão do CCT para 2022/2023, mantivemos todos os direitos do CCT e melho rámos o texto de algumas cláusulas (pág.2);

- Muitos patrões continuam a não cumprir com os nossos direitos – exigimos a aplicação dos direitos do CCT e do Código do Trabalho!! (pág.3);

- Nos locais de trabalhoe nas empresas, vale a pena lutar - os combates da Classe Trabalhadora compensam porque são vitoriosos (págs 4 a 8);

- As comemorações do 80º. Aniversário da fundação do STAD continuam

o concurso de fotografia está na ordem do dia (pág.8)

Ler o Venceremos! Boletim do STAD para do Trabalhadores do Sector da Limpeza Industrial

Venceremos Boletim do STAD para do Trabalhadores do Sector da Limpeza Industrial

O STAD repete e reafirma a denúncia: HÁ trabalho escravo na empresa KG-Services

As trabalhadoras e trabalhadores de Limpeza Industrial já não aguentam mais a falta de pagamento dos salários no final de cada mês!

A empresa KG-SERVICES, contratada para o serviço de limpeza neste local de trabalho, continua a violar a Lei – até hoje, as trabalhadoras ainda não receberam o salário de Julho e os subsídios de férias (de quem já as gozou) e não sabem quando os vão receber!

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras da KG-Services e aos clientes onde presta serviço

HÁ TRABALHO ESCRAVO NO HOSPITAL MILITAR EM LISBOA

As trabalhadoras de Limpeza Industrial já não aguentam mais a situação de salários em atraso. A empresa KG, contratada pelo Hospital Militar, em Lisboa, continua a incumprir, até hoje. As trabalhadoras ainda não receberam o salário de Junho e não sabem quando o vão receber!

Ler Comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras do Hospital Militar

Hospital Militar de Lisboa

Continua a haver trabalho escravo em algumas faculdades e departamentos da Universidade de Coimbra.

Depois de muitas lutas das trabalhadoras de limpeza industrial contra os salários em atraso, a empresa KG e a empresa JHM contratadas pela Universidade de Coimbra continuam a incumprir – até hoje, as trabalhadoras ainda não receberam o salário de Junho e não sabem quando o vão receber.

Ler Comunicado aos trabalhadores e trabalhadoras dos Serviços Sociais da Universidade de Coimbra

Continua a haver trabalho escravo nos Serviços Sociais da Universidade do Minho.

Depois de muitas lutas das trabalhadoras de limpeza industrial contra os salários em atraso, a Universidade do Minho afastou a empresa KG e contratou a empresa VEZ LIMPA – mas o drama de salários em atraso continua: até hoje, as trabalhadoras ainda não receberam o salário de Maio e não sabem quando o vão receber.

O STAD já solicitou aos Serviços Sociais da UMINHO uma reunião com carácter de urgência para tentar, junto do cliente (à semelhança do que aconteceu com a anterior empresa KG), pressionar a nova empresa VEZ LIMPA a pagar os salários de Maio. O cliente UMINHO tem uma palavra a dizer - não se pode desresponsabilizar-se pelo que se passa dentro das suas instalações; não pode deixar de saber que existem trabalhadores dentro da sua casa a serem explorados.

A ACT também já está informada (através das denúncias realizadas pelo STAD) deste ataque brutal aos direitos dos trabalhadores praticado pela nova empresa VEZ LIMPA.

Ler comunicado do STAD aos trabalhadores e trabalhadoras de limpeza nos Serviços Sociais da Universidade do Minho

VEZ LIMPA

Tags:

SEDE NACIONAL E DELEGAÇÃO DE LISBOA

Rua João da Silva Nº20

1900-098 LISBOA

Tel. 21.3463756 .3475596/9

Fax. 21 3475590

E-mail: stad_nacional@stad.pt

© 2023 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas