SINDICATO DOS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DE PORTARIA, VIGILÂNCIA, LIMPEZA, DOMÉSTICAS E ACTIVIDADES DIVERSAS

Já foi publicada no Diário da República a Lei da Segurança Privada, a Lei 46/2019, de 8 de Julho, nova numeração da Lei que rege o Sector da Segurança Privada.

Com a publicação no Diário da República, entra em vigor a nova LSP. Sobre o seu conteúdo concreto, mantém-se completamente válida a análise que o STAD elaborou e que está apresentada no nosso comunicado referência 74/2019, de 03-07-2019.

Como afirmamos na análise apresentada no nosso comunicado, porque, por um lado, a nova Lei não integra todas as matérias que o STAD considera fundamentais para se defender devidamente os interesses da Classe Trabalhadora e proteger a Sociedade Democrática, apesar de, por outro lado, a intervenção do STAD ter tido êxito em várias matérias, reafirmamos que o STAD, numa futura alteração à Lei, continuará a combater para que estas matérias sejam tratadas.

Ou seja, companheiro e companheira, quanto à nova Lei da Segurança Privada, a Lei 46/2019, de 8 de Julho.

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORAS VIGILANTES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

27102016 DSCF7095

Numa sucessão do posto de trabalho = mudança de empresa no cliente – cláusula 14º do CCT/STAD o(a) trabalhador(a) não deve assinar nenhum contrato de trabalho sem se informar primeiro com o STAD!

O STAD faz um alerta todos(as) os trabalhadores(as) para que não assinem nenhum contrato de trabalho quando existir uma Sucessão do Posto de Trabalho = Mudança de Empresa no Cliente onde está a trabalhar, sem se informarem primeiro com o STAD.

De acordo com a Lei da Segurança Privada e da Portaria que a regulamenta, as empresas deste sector de atividade são obrigadas a regularizar junto dos serviços da PSP os trabalhadores que ingressam nos seus quadros apresentando entre outros documentos o contrato de trabalho celebrado.

O STAD já solicitou uma reunião com urgência ao DSP-PSP

Para clarificação desta situação, após a realização desta reunião, o STAD informará os trabalhadores através de um comunicado que será afixado no site “ www.stad.pt “ qual o resultado da referida reunião.

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORAS VIGILANTES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

Informação sobre o plenário de trabalhadores da PROVISE / Içores, realizado no dia 5/07/2019

(ver comunicado nº. 73/2019)

A realização deste plenário de trabalhadores foi um êxito!

Neste plenário foram tomadas importantes decisões sobre quais as posições e ações que Deveremos tomar para defenderemos os nossos direitos!

Brevemente será editado um comunicado pormenorizado com as medidas que foram tomadas pelos trabalhadores em conjunto com o STAD!

LER COMUNICADO 

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS VIGILANTES DA PROVISE /AÇORES

 

 

Foi publicado em 24-04-2019, no Diário da Assembleia Republica, o texto da nova lei da segurança privada que vai regulamentar o sector:

  • algumas matérias gravosas do projecto inicial foram eliminadas;
  • outras matérias importantes da proposta do STAD foram incorporadas;
  • porém, outras matérias também relevantes, não foram aceites!

LER COMUNICADO AOS TRABALHADORES VIGILANTES DO SECTOR DA VIGILÂNCIA PRIVADA

 

Porque a Provise definitivamente não quer resolver os graves problemas dos trabalhadores e os organismos competentes não actuam, chegou o momento de tomarmos uma decisão.

O STAD convoca

UM PLENÁRIO DE TRABALHADORES (AS)

DIA: 5.07.19 / 6ª Feira           HORA: 09h30/12h30 – 16h00/18h00

LOCAL: UNIÃO DOS SINDICATOS DE SÃO MIGUEL E STA MARIA

Rua do Peru nº 101 – Ponta Delgada

É inaceitável que ao dia 24 de Junho a Provise ainda não tivesse pago aos trabalhadores os salários referentes ao mês de Maio.

 LER CONVOCATÓRIA DO PLENÁRIO DE TRABALHADORES (AS) VIGILANTES DA PROVISE NA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

 

Sede Lisboa

© 2018 STAD - Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza, Domésticas e Actividades Diversas